Translate

quinta-feira, 19 de março de 2015

Para não perder o trem da História - Vamos às ruas pela Reforma Política e por mais Justiça Social


















O que pode unir nosso país e salvar a pátria? Só uma coisa muito poderosa e benéfica para todos: a Reforma Política! Não vejo outra forma de mudar as coisas definitivamente e avançarmos de vez para outro nível de conversação e de debate! Os discursos inflamados e irracionais precisam parar e dar lugar a voz de um povo que quer realmente um Brasil melhor! Não adianta xingar palavrão que a democracia é uma conquista de todos e ninguém tasca!

Podemos crescer muito enquanto nação se a gente se ligar que essa é a grande hora de fazer a política brasileira se modernizar e acabar de vez com esta grande corte burguesa que ainda persiste em todos os níveis: municipal, estadual e federal.

Queremos acabar com a corrupção de vez ou ficar sendo enganados para sempre? Não há outro remédio senão ir para às ruas de uma forma organizada, discutir nas escolas, faculdades, organizar comItês nas associações de classe, sindicatos e etc, para viabilizar e elaborar coletivamente um projeto de Reforma Política Popular. Não podemos  nos submeter a um projeto raso e ineficaz apresentado por este congresso que não nos representa em nada!

Aliás, quem elegeu Eduardo Cunha e seus outros aí? Que ilusão ou interesses nefastos são esses? Não podemos ser inocentes, pois existem grupos empresariais e políticos que tem tanto poder quanto a Presidente do Brasil! É o poder econômico e manipulativo, do lobby e da corrupção, que é desenfreada, por falta de mecanismos legais e democráticos que regulamentem melhor as coisas por aqui.

Quem alimenta o ódio é quem quer nos ludibriar com falsas soluções para os nossos antigos problemas. Mais do mesmo! Será que não basta? Vamos nos unir enquanto nação porque aqui nesta democracia ainda temos a esperança de fazer a Casa Grande nos ouvir.

Precisamos de união e saber discernir porque vivemos no mesmo país e não estamos separados nessa luta!  Precisamos de checar as informações, ouvir, debater, participar de fato, para depois formarmos uma opinião mais consciente e mais lúcida.

Se nós, brasileiros, queremos um país de verdade, é urgente trabalharmos para que uma profunda Reforma Política aconteça! Do contrário, a pátria sem educação e sem informação, ignorante e alienada vai crescer! Sem uma ação política educativa e formadora, capitaneada por nós todos em conjunto com os grandes movimentos sociais brasileiros, o país não avança. E pode perder tudo de bom que conquistou nos últimos anos!

Eu não temo por um golpe, mas é bom a gente fazer a nossa parte porque este jogo é de gigantes! E quem tiver medo e se apequeninar, for covarde ou omisso, já perdeu!

E quem perde somos todos nós! Vamos ganhar as ruas para uma Reforma Política ampla tal qual foi o Movimento pelas Diretas Já! Vamos convencer a nós mesmos e aos outros que é isto que precisa ser feito para acabar com a corrupção e o país caminhar! Para frente, sempre, é claro! Porque eu não sou caranguejo!



terça-feira, 17 de março de 2015

No poo/ Low poo para inciantes


O No poo e Low Poo beneficiam todos os tipos de cabelos encaracolados














Para introduzir, eu vou explicar de uma forma resumida o básico que eu sei sobre o assunto. Mas há muitos blogs e vídeos no youtube que contam  também como funciona a técnica. Há mais de um ano venho fuçando a internet e ainda faço isso hoje. É sempre bom estar atualizado, pois novas pesquisas e opiniões surgem.

O No/ Low poo é uma criação de uma cabeleireira inglesa, chamada Lorraine Massey, que vive em Nova-Iorque,  nos Estados Unidos. Foi fruto de uma pesquisa que se transformou no livro “Curly Girl” ou Garota Encaracolada, em português, best seller nos EUA e em outros países.

                  Lorraine Massey, a cabeleireira que criou a técnica do No poo/ Low poo

Lorraine, que é branca, loira, de olhos azuis, mas tem os cabelos encaracolados, resolveu pesquisar sobre o assunto pois percebia muita diferença na hidratação dos fios lisos e encaracolados. Daí ela descobriu que o formato dos fios em caracol demora mais tempo para receber os óleos naturais produzidos no couro cabeludo, pois dá muitas voltas para chegar até as pontas, do que o fio do cabelo liso, em que o caminho é direto e reto. Por isso, os cabelos encaracolados, de uma maneira geral, são mais secos ou propensos ao ressecamento.

O livro Curly Girl, Garota Encaracolada

A partir disso ela pesquisou qual era a melhor forma de tratar os fios encaracolados e manter a sua hidratação natural. Lorraine testou tudo em seu próprio cabelo. O No poo quer dizer sem shampoo, ou seja, você usa outros ingredientes para limpar o cabelo, porque na composição do shampoo há um detergente – Sulfato – que retira a sujeira e toda a oleosidade natural dos fios também. Estes outros ingredientes para limpeza são o uso de condicionador sem silicones, oléo mineral e petrolatos, substâncias que grudam no cabelo, ou o uso de produtos naturais como limão ou bicarbonato de sódio. Esta limpeza com ingredientes naturais pode ser feita a cada 15 ou 30 dias. A lavagem com o condicionador seria a rotina semanal.

 O Low poo é o uso de shampoo sem sulfato, ou seja com pouca quantidade desse ingrediente, que faria uma lavagem sem prejudicar os fios, preservando a sua oleosidade natural.

Para quem tem o cabelo crespo e encaracolado a técnica funciona muito bem e é um verdadeiro tratamento de hidratação para os cabelos. Eu faço desde agosto do ano passado e recomendo, pois os resultados são notáveis em uma semana. O cabelo se mantém mais hidratado e retém mais qualquer tratamento de hidratação que você faz. E ele vai ficando cada vez mais macio, com brilho, saudável, forte, bonito e com os cachos mais definidos!

Quem quiser acessar a lista de produtos liberados para No poo e Low poo é só  entrar neste link, que é atualizado constantemente:


Bem, na próxima semana falo mais sobre esta descoberta dos Deuses! 

Acompanhem! Beijos




quarta-feira, 11 de março de 2015

Encontro de emoção, alegria e beleza cacheada!


Parque, bate-papo e picnic! Uma delícia!

No último sábado, dia 07 de março, eu participei de mais um Encontro de Cacheadas e Cacheados em BH. O evento aconteceu no Parque Municipal e foi lindo! Uma celebração de amor, amizade e compartilhamento de emoções e experiências, entre aqueles que estão vivendo o momento de transição do cabelo alisado/relaxado para o cabelo natural. 

As crianças também participam

Este foi o meu segundo encontro em BH desde que voltei de Dublin. E já me sinto cada vez mais enturmada com os crespos e cacheados daqui. E até falei da minha experiência com o No poo e Low poo, iniciada há 7 meses atrás, quando decidi ser natural, livre e feliz. Foi muito legal compartilhar com todos que estiveram lá, há muita informação e temos que filtrar, mas acho que quanto mais trocarmos experiências, mais vamos nos conhecendo, testando e vendo o que funciona melhor.

Black lindo!

Os depoimentos nestes encontros são sempre emocionantes, divertidos, inesperados e felizes. É uma forma de fazer terapia de cabelo em grupo. Lá ninguém se sente feio, inadequado ou menosprezado. Todo mundo se cumprimenta, se apresenta e compartilha elogios, opiniões positivas, experiências de superação e vamos formando uma corrente cada vez mais forte. Todos sabem do seu valor e a autoestima é elevada!

Eu de turbante! Amei!

É sempre muito bom participar e se enriquecer com toda esta troca maravilhosa. A gente aprende sobre como cuidar do cabelo, a ter mais estilo e atitude! É tudo de bom! É uma energia muito positiva, um verdadeiro fortalecimento espiritual! Além, é claro, de uma forma de afirmação da nossa identidade negra, de resgate e valorização da cultura africana, dos seus valores e das suas belezas. Parabéns a todos que participaram e especialmente à Maria Alice Cagnoni, organizadora do evento, que fez o nosso dia mais lindo e colorido decorando o nosso cantinho no Parque!

                                                        Só mulher bonita e feliz!

Como falei no Encontro começarei a falar aqui no blog também da Técnica do No/ Low poo e dos tratamentos que venho fazendo. Tenho tido muitos resultados com eles, como aumento da hidratação, maciez, brilho e maior definição dos cachos.  Quem quiser experimentar, é tudo simples, barato e caseiro!

As meninas da Feira Ébano que fizeram minha cabeça, o meu turbante!

Beijos,

Até mais!



domingo, 8 de março de 2015

Penteados, Acessórios e Maquiagem para Mulheres do Estilo Esportivo



As mulheres esportivas curtem usar o cabelo bem natural, com poucos acessórios, tranças, volume e visual mais clean. Isto quer dizer que os penteados são bem básicos e simples, mas super charmosos e ficam bem elegantes também. Dá só uma conferida  abaixo para ver a variedade de looks/penteados que combinam bem para as esportivas. 


Rabo-de-cavalo é o penteado símbolo da mulher esportiva!É a sua marca. Uma boa opção para acessórios é um elástico com um enfeite de metal fosco, em formato geométrico. Simples e bonito! A maquiagem é a mais leve, natural e saudável possível. Sombras em tons de bege, cobrindo a pálpebra, são as mais indicadas, assim como delineador com traço fino e máscara preta ou marrom. Prefira o blush rosado no rosto. Arremate com batom cor de boca. 

Eventos




Este penteado é lindo e super fácil de fazer! É só puxar o cabelo todo de um lado para o alto e prender com grampos que ficam escondidos por debaixo dos fios. Indicado para festas e eventos mais formais, pois ele é bem glamouroso! A maquiagem para festas noturnas pede um batom de cor mais forte.



As esportivas amam fazer um coque alto e colocar tiaras! Fica lindo!  Pode ser formal ou informal dependendo das roupas e dos acessórios que você usa. Nesta foto da Lupita ficou super chique!




Para quem tem o cabelo mais comprido, as tranças ficam super bem tanto no cabelo todo ou apenas puxadas de lado. Para festas e eventos em geral.


O turbante é um capitulo à parte. Há turbantes para todos os gostos e estilos: básicos, dramáticos, chiques e criativos, de acordo com a produção do look, você entra em qualquer lugar com ele. Eu experimentei sair de dia e de noite com ele e foi um sucesso! Toda mulher precisa ter um!

Trabalho 




Para os cabelos curtinhos bem baixinhos, este penteado fica super bem para ir à festas, eventos sociais e de trabalho. Use brincos grandes e batom de cor vibrante! E arrasa!



Eu amo esse penteado! Já usei muito em épocas passadas! Super fácil de fazer é só ir enrolando o cabelo e prendendo com grampos por baixo. Fica bem em qualquer lugar, ambiente formal ou informal. Perfeito para reuniões de trabalho! É simples, chique e elegante!



O coque é básico e chique! Para todos os ambientes. O que vai deferenciar o look mais formal ou informal são as roupas e acessórios que você vai usar!

Sexy


No cabelo o penteado é esporte natural! Simples, sem acessórios e volumoso! Cabelo partido no meio, preso com grampos nas laterais e  o restante solto com volume! Conjugado com este vestido de estampa animal e com o decote, o visual ficou sexy e arrasante!



quinta-feira, 5 de março de 2015

O seu lado mais iluminado



“...As pernas da mente e do intelecto não tem sido exercitadas espiritualmente por um longo período e, portanto, tornaram-se enfermas; não há paz, felicidade ou contentamento permanentes. Nós temos nos exercitado intelectualmete quando analisamos, discutimos, acumulamos informações e etc., mas falta a dimensão espiritual. Isso resulta numa alma que permanece subdesenvolvida e subnutrida, uma verdadeira pobreza de espírito refletida nas crises que estão acontecendo por toda a parte,pessoal e globalmente...”
Anthony Strano – Pensamento Oriental Para Mente Ocidental

Por que estamos vivendo assim sem nos conectar com nosso lado mais profundo, misterioso e iluminado? Há uma dimensão em que nós não somos capazes de responder a todas as perguntas, não somos capazes de fazer um estudo científico para nos certificar e demonstrar  que A + B = C, ou desenvolver uma tese que seja amplamente e consistemente sustentada. Mas nós sabemos que ela existe, ela está lá.

O caminho espiritual é uma opção. Ninguém é obrigado a crer que existe algo lá. Mas eu não vou falar de religião aqui. Não vou tentar convencer você de que Jesus, Maomé ou Buda são legais. Cada um tem sua crença e eu respeito. O que eu acho interessante e importante para todos nós, é nos conhecermos profundamente, a minha religião é o autoconhecimento. Esta religião que não tem um Deus exatamente, mas que acredita no ser humano e nas suas qualidades intrínsecas. E, principalmente, no quanto ele precisa se aperfeiçoar, tentar ser uma pessoa melhor, mais autêntica, mais livre, mais espontânea, mais solidária, mais leal, mais amorosa, amiga e verdadeira.

Eu vou confidenciar uma coisa para vocês, eu já duvidei de tudo, fiz catecismo obrigada, me crismei por imposição da minha família, e criticava a igreja  o tempo inteiro. Quando entrei para a faculdade e  fiz parte do movimento estudantil,  eu tentei ser ateu, mas não consegui rsrsrs. Porque independente de religião, eu sempre acreditei numa força maior, numa luz que nos guia. E muitas vezes, eu fui guiada, conheci anjos, pessoas que me ajudaram de uma forma inesperada em momentos chaves na minha vida. Eu sempre tive uma fé em Deus, uma fé que eu mesma criei, sustentei e sustento até hoje.

Todas as vezes em que eu acreditei em mim, que eu me arrisquei a tentar fazer coisas difíceis, mesmo com medo, eu sentia Deus, eu era Deus. Eu tenho essa sensação de força interior sempre diante de um desafio. Quando eu oro e medito todos os dias, eu me conecto diretamente com ele, agradeço, falo, ouço e peço tudo que eu preciso. Eu acho que essa é só uma forma de acreditar em Deus. Existem muitas por aí. E existem muitos milagres, em todos os cantos do mundo, mesmo  diante de tanta violência e opressão. Se não houvesse uma força tão positiva sobre o mundo, ele já teria acabado. Nós já teríamos acabado com ele e destruído a nós mesmos.

Há uma fonte de luz que nos equilibra, que nos conduz em certos momentos. Mas também há uma força negativa influenciando o ar, as pessoas, os nossos caminhos e as nossas escolhas. Essa força é a nossa sombra, aquele nosso lado mais escuro, que ninguém assume ou revela, mas ele faz as piores coisas conosco e com os outros. Eu acredito no bem e no mal. E acredito também  que podemos usar a força do amor para vencer o ódio, porque ela é mais poderosa e positiva. É a nossa energia essencial e original,  pois quando nascemos somos puro amor. É só olhar o sorriso e a pureza de um bebê para não ter dúvidas disso. O mundo, a educação, a família, a sociedade, a mídia, a nossa cultura, com todas as suas belezas,  imperfeições e desvios,  é que transforma a gente em algo melhor ou pior. Mas nós temos livre arbítrio né! Podemos fazer boas escolhas e tentar de novo sempre.















Amma já abraçou mais de 20 milhões de pessoas no mundo

Eu sigo a Amma no Facebook, uma líder espiritual indiana, cuja missão no mundo é ajudar as pessoas e distribuir abraços. A Amma acredita que as pessoas podem doar amor com esta troca de energia. E eu acredito nela. Antes de viajar para Dublin eu fiz um “Vision Board”, um  quadro com imagens dos meus desejos de realização no meu intercâmbio, tais como  estudar,viajar, trabalhar, fazer amigos, namorar, curtir a vida e etc. Eu colei a foto da Amma nele pela imagem de felicidade que ela me transmitia, mas eu ainda não sabia quem era ela. Nas minhas últimas semanas em Dublin, descobri quem era a Amma e me lembrei que ela estava no meu quadro. Por acaso de tudo, a Amma estaria em Dublin naquele fim de semana e eu quase fui onde ela estava para vê-la de perto e sentir a energia do seu abraço.

Não foi por acaso que eu fui a Dublin para conhecer a Amma! Eu não a vi, mas fiquei muito afim de ir. O problema era que o tempo estava ruim, era um fim de semana chuvoso,e eu estava bem cansada, jogada na cama vendo filmes e comendo doces, pensando se eu voltava ou não para o Brasil. Eu tinha ínúmeras dúvidas sobre qual era a melhor opção para mim. Quando eu decidi mesmo, eu vi que eu estava em um processo meditativo ruidoso. Eu estava tentando ouvir a voz da minha verdade, eu estava esperando vir à tona a Adriana que um dia pensou em mudar o mundo, que era  jornalista, historiadora, ativista política e cultural, e minha mente fervilhava. Eu não poderia fugir da minha sina, dos meus mais profundos desejos e aspirações para seguir em uma aventura que já estava esgotada.  Programada para 2 anos, que parecerem 20 de tanto aprendizado, minha estadia em Dublin chegava ao fim.

Eu posso dizer que a Amma, que estava comigo o tempo todo e eu não sabia, me ajudou nessa decisão. Não é possível viver longe daquilo tudo que você ama, mesmo não sendo perfeito, porque nada é exatamente como a gente gostaria que fosse. Nem Dublin nem o Brasil são perfeitos. Nem eu e nem você. Somos a Imperfeição em pessoa. Nós estamos aqui para evoluir e quem sabe um dia sermos uma pessoa realmente do bem, um ser mais saudável, mais equilibrado, mais feliz e que encontra e faz outras pessoas felizes também. Acredito que espiritualidade é isso! É escolher fazer o melhor que você pode fazer por você e pelos outros.

Amma na Internet:


quarta-feira, 4 de março de 2015

Encontro Amor Crespo & Cacheado BH








Neste próximo sábado, dia 07/03, às 13h, vai acontecer mais um encontro de Cacheadas e Cacheados de BH. O evento vai ser realizado no Parque Municipal, em frente ao Lago dos Barcos. Vai ter bate-papo e troca de experiências sobre a utilização de turbante, lenços, técnicas de No e Low Poo, transição e cuidados com os cachos.
O objetivo do evento é mostrar que existe beleza nos cabelos crespos e cacheados, além de ajudar a diminuir o preconceito em relação ao uso do cabelo natural, incentivar as pessoas a se aceitarem e elevarem sua auto-estima. 

Quem quiser participar do Amigo Oculto é só levar um produto para cabelos ou acessórios no valor máximo de R$ 15 reais. O sorteio será feito durante o evento entrre os participantes.
Ainda vai ter piquenique! Então leve um  lanche para compartilhar, uma toalha para sentar na grama e embalagens retornáveis para não gerar lixo no parque. 

Todos os Crespos e Cacheados estão convidados a participar e a balançar sua juba!

Mais informações: Maria Alice - 31 9436-4614
Página no FacebooK: Encontro Amor Crespo & Cacheado BH


segunda-feira, 2 de março de 2015

Como a vida pode nos surpreender



Neste fim de semana eu assisti um filme na TV bem legal! “Uma boa ação” (2012), este era o nome. Eu comecei a assistir para descansar depois do almoço e pensei que ia dormir, mas não, o filme logo no ínicio parecia interessante. Então continuei assistindo e acabei chorando demais! É uma história triste e de superação, de uma mulher sozinha com sua filha no mundo. Sem ninguém para ajudar,  elas perdem a casa onde moram. Sem condições financeiras, a mãe se vê obrigada a dormir no carro dela com a filha toda noite.

A mãe trabalha como faxineira no turno da noite em um escritório de uma  grande empresa. Um dos herdeiros da empresa, o diretor presidente, trabalha até tarde todos os dias, e começa a conviver e a conversar com ela. Logo eles começam a influir um na vida do outro, abrindo possibilidades de uma relação não só de amizade e empatia mas de amor.

É um roteiro bem diferente. No filme, por exemplo, todos os personagens principais são negros, há pessoas brancas também como o executivo braço direito do diretor. Mas essa é uma história não convencional porque o mais comum é o negro só no papel secundário e de empregado doméstico.

Outro ponto  interessante do filme é que ele aborda a inveja e  a competição entre os irmãos nas famílias pela sucessão nas empresas. O diretor enfrenta a todo momento embates e desconfianças com relação ao irmão. Ele tenta dar uma chance ao irmão, mas a mãe e os outros empregados o alertam o tempo todo de uma possível sabotagem. 

Ele, o diretor,  é o amigo que surge para ajudar ela, a faxineira,  a ter uma casa e a recuperar a filha que é levada pelo juizado de menores. Ele é o homem  que se transforma através da relação que vai criando com ela, que  se redescobre aos poucos, e resolve assumir sua verdadeira personalidade.

O filme fala de amor, bondade, de príncipios, de liberdade, amizade, lealdade, cumplicidade, transformação! Tudo que  só o amor verdadeiro pode dar e oferecer a duas pessoas que se permitem viver uma relação afetiva autêntica.

Adorei! Para mim foi um filmão de TV! Inesperado! E lindo!

Uma boa ação ou Good Deeds (2012), para quem não viu e ficou interessado, está disponível em alguns sites de filme online na internet. Vale a pena ver!