Translate

terça-feira, 29 de junho de 2010

De Jericocoara a Caburé no Maranhão


                         Árvore deitada pelo vento em Jericocoara

Depois de três dias em Jericocoara sigo meu caminho para Camocim, no Ceará. Parto num pau-de-arara que para em frente ao albergue. Seguimos juntos, sem conversar ainda, eu e meus companheiros de viagem. Depois do pau-de-arara, pegamos uma van lotada que atravessa pequenas cidades do Ceará até chegar na Parnaíba, no Piauí. É um dia inteiro de viagem passando por cidades pequenas do interior do Ceará e povoados e comunidades muito pobres do Piauí. Nesses lugares a pobreza está nos olhos das pessoas. Gente pequena e desnutrida, mas muito trabalhadora. Neste cenário, um sol de rachar e paisagens lindas!



                                      
                                           Praias do caminho

Quando desci da van na rodoviária da Parnaíba, conheci a Carolina, uma argentina super gente boa e mochileira profissional, e depois a Tassiane, uma maranhense que estava levando o namorado belga para conhecer os Lençóis. Ficamos amigas e companheiras. Decidimos seguir juntas para os Lençóis Maranhenses. Pegamos mais um transporte para seguir viagem, desta vez algo mais confortável - um ônibus de rodoviária. O próximo destino era Tutóia, no Maranhão. Chegamos no início da noite na cidade. Procuramos um hotel para pernoitar – um lugar bem simples porque também não havia outra opção. De noite, já combinamos com um cara para nos levar de manhã para Caburé, o nosso próximo destino. Fomos numa picape 4X4. Uma aventura maravilhosa!




                                    Dunas de areia em Caburé

Chegando em Caburé você vê um areão sem fim, parece que é a curva do planeta, o fim do mundo. São quilômetros e quilômetros de areia de praia até chegar ao Rio Preguiças. A gente foi super feliz na picape, sol e vento no cabelo, sorriso escancarado. Paisagens incríveis pelo caminho. De Caburé você pode ir de barco para Atins, uma ilha linda em que você vê o encontro do Rio Preguiças com o mar. O lugar é rústico, selvagem, paradisíaco! Nós fomos e acabamos almoçando por lá. O calor é de matar, mas caminhar por Atins é imperdível, principalmente para ver o encontro do rio com o mar. Vale a pena conhecer!



                     
                         Atins - paraíso de mar, rio e areia



                Em Atins tem guaraná rosa que se chama Jesus!



quinta-feira, 24 de junho de 2010

Explorando Jericocoara



Em Jeri há lagoas lindas formadas pela água da chuva. Uma delas é a Lagoa Azul que é cristalina, super limpa. Todos os lugares por que passei estão muito bem preservados. Muito dessa conservação tem com a ver com a pouca exploração comercial do lugar. O povo nativo e a natureza vivem em harmonia. E é um grande descanso estar passeando por ali porque a vida segue seu curso normal. Não há ninguém te interrompendo falando na sua cabeça ou vendendo coisas na praia. Você simplesmente relaxa.


Em Jeri fiz muitos passeios a pé percorrendo quilômetros de praias com dunas. Eu fiquei em um albergue da juventude e conheci uma turma super animada. Com eles andei todos os dias conhecendo o povoado. Um dia fomos para Mangue Seco, um lugar onde o tempo parou. Sabe aquelas casinhas simples quase no meio da areia da praia, com porcos na frente tirando um cochilo à tarde? Este lugar é lá.



Conheci a pedra furada - cartão postal de Jericocoara. No final da tarde, o sol se põe dentro da pedra e dá uma foto linda.




Os nativos são sertanejos puros que não conhecem quase nada de tecnologia. Não chegou lá. Estão vivendo como há séculos atrás. Mas ninguém se preocupa com isso ou se ressente. Eles têm outra visão da vida.



                                       

Lá, aprendi que a vida pode passar devagar quando a gente quer. Foi ali que comecei meu tratamento prático contra a ansiedade. Chegávamos no final da tarde dos passeios e íamos tomar banho e dormir. Meia-noite todo mundo saía pra ir ao forró ou andar pela praia pra ver um luau, caminhar pelas ruas que são super sossegadas ou fazer compras nas lojas da praia.




Jeri é um lugar para ficar à vontade. Você pode andar descalça porque as ruas são de areia, os pescadores são simpáticos e simples e ninguém te julga por nada. É um lugar para você curtir, apenas.



Spa Aviv - promoções para a Copa do Mundo


Para quem gosta de unir bem estar, descontração e relaxamento, o Spa Aviv está oferecendo um pacote de promoções especiais que vai durar até o final da Copa do Mundo. São maquiagens e unhas em verde e amarelo, massagens relaxantes, reflexologia, banhos com as cores do Brasil, e um pacote de sessões de Manthus – procedimento de redução de medidas com preços bem atraentes.

Todos os serviços são realizados por profissionais capacitados com vasta experiência no mercado de terapêutica e estética corporal. O Spa Aviv foi fundado em 2008 e trabalha corpo e mente de forma integral, oferecendo tratamento com terapias orientais, medicina indiana e chinesa, tratamentos de beleza, reeducação alimentar e redução de medidas.

O Aviv ainda oferece pacotes especiais para noivos e noivas e planos corporativos. O Spa tem duas unidades – uma próxima à Praça Marília de Dirceu, no Lourdes, e outra no Bairro São Bento.

Pacotes Promocionais durante o período da Copa

Maquiagem verde e Amarelo
R$ 30,00
Manicure e pedicure - Estilo Brasil
R$ 20,00
Banho verde e Amarelo
Inclui 20 min banho e 30 min de massagem
R$ 100,00
Massagem relaxante – 45 min
Massagem clássica que combina de movimentos suaves e profundos proporcionando relaxamento e bem estar. R$ 50,00
Reflexologia – 45 min
Ritual que começa com uma relaxante escalda pés com sais hidratantes aromatizados e óleos essenciais, seguido de massagem com pressões na planta dos pés. Vitaliza e a harmoniza o corpo com um todo. R$ 50,00
Pacote Mais Brasil ( 2 x 1)
Inclui 20 min de Manthus e 30 min de redutora. Pacote com 10 sessões
R$ 650,00

Serviço:
Agende seu horário: (31) 2551-7705 Unidade Lourdes / 31 2514-1664/ 65 – São Bento
contato@avivspa.com.br site : www.avivspa.com.br
Funcionamento: 25/06 (sexta) Brasil x Portugal - de 8h às 10 h/ e das 14h às 19 h

terça-feira, 22 de junho de 2010

O começo do caminho para os Lençóis

Praia de Jericocoara

Cheguei em Fortaleza, no Ceará, às 7 horas da manhã. O próximo ônibus para Jericocoara, que você pega dentro do aeroporto, partia às 9 horas. De Fortaleza a Jericocoara são cinco horas de viagem em um ônibus executivo. Você passa por lugares onde as pessoas estão paradas tomando cerveja e sol nos bares, em comunidades onde a vida é lenta demais. Só sol, aquele calor de matar e poeira. Mas é uma viagem incrível! Você descobre o que é o sertão, o interior do nordeste do país!


Eu e meu amigo italiano

Próximo de Jeri, uma mudança de transporte, é preciso pegar uma jardineira - um ônibus pequeno e aberto que passa pelas praias para chegar ao povoado. É uma delícia ver as praias pela jardineira. O vento batendo no rosto, aquele calor e uma grande alegria por estar ali.

Duna de areia em Jeri

 Jeri, como os nativos a chamam carinhosamente, é uma comunidade de pescadores cercada por praias lindas e pouco exploradas, cheias de dunas e regiões desérticas.


Rumo aos Lençóis Maranhenses




                            um oásis no deserto brasileiro


A melhor época do ano para fazer essa viagem é agora, entre os meses de junho e julho, quando as lagoas dos Lençóis estão cheias. O roteiro é para quem quer conhecer o nordeste a partir de suas festas, conhecendo um pouco da cultura do povo, desbravando lugares e praias pouco visitadas.

É para quem gosta de um agito mais calmo, como observar o balanço das águas do mar nos finais de tarde, sentir a brisa gostosa de verão no rosto e explorar cada cantinho sem pressa. É para quem não tem vergonha de conversar com o outro no meio do caminho. Eu tive a sorte de compartilhar essa aventura com pessoas super bacanas que fui conhecendo por puro acaso.

Não há hora para nada, apenas o tempo de viver o agora. Foi assim que segui para os Lençóis, sem nenhuma preocupação ou medo. O meu espírito estava nu e sem preconceitos. Foi deste jeito que pude conhecer lugares incríveis e pessoas queridas que se tornaram meus companheiros até os Lençóis Maranhenses.



domingo, 20 de junho de 2010

São João em Caruaru


O maior São João do mundo!

                                          Banda de forró

Animação e muito forró até o amanhecer ! Para quem gosta de dançar é uma farra! Eu dancei muito!!!!!Participar dessa festa foi uma grande alegria pra mim! Curti cada cantinho do Parque de Exposições de Caruaru, onde acontece tudo. São milhares de pessoas e milhares de conjuntos de forró espalhados por todo lugar, uma decoração muito bonita, apresentações de quadrilhas, espaço para venda de artesanato e muita comida típica. A diversidade cultural do Brasil sempre me encantou e ver tudo isso de perto foi muito legal! A alma do brasileiro é pura energia: canto, dança, festas, encontros, amor. É saber ser feliz, apesar de tudo! Um viva para as festas juninas!
Decoração linda na cidade

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Roteiro para uma viagem inesquecível

Praia da Boa Viagem, Recife

Em 2007 fiz uma viagem maravilhosa. Foi a primeira vez que viajei totalmente sozinha. Eu adorei! Conheci muita gente e fiz muitas amizades, não fiquei só um dia sequer. A princípio ia somente pra Recife para conhecer as Festas Juninas de Caruaru. Uma viagem de uma semana. Mas, chegando lá, Recife tinha dias de pouco sol e muita chuva. Fiz um passeio frustrado para a Praia de Carneiros - choveu o dia inteiro naquele cenário lindo! Em Recife não tem muita praia, tem tubarão na água e não dá pra mergulhar. Por isso, depois de Carneiros, decidi passar um dia em Porto de Galinhas, mas a chuva não perdoou e fez um solzinho de nada. Eu já estava quase desistindo das minhas férias...


                                         Orla da praia em Recife

Mas algo aconteceu e a minha história foi reescrita. O meu destino mudou tudo ou fui eu que mudei meu destino? Voltando para o Albergue, conheci a Patrícia, uma paulista super gente boa, que estava chegando de uma viagem aos Lençóis Maranhenses - um lugar que eu sempre quis conhecer. Ela me mostrou todas as fotos de lá na sua máquina e me encantei. Fiquei louca pra ir e ela me deu a maior força, além de todas as coordenadas pra embarcar nessa aventura. Foi uma decisão rápida e, no mesmo dia de madrugada, voei para Fortaleza, no Ceará, rumo aos Lençóis.

              Da janela do avião partindo para Fortaleza - nascer do sol em Recife

O melhor de Recife foi conhecer a cidade, visitar Olinda com um guia turístico mirim que sabia toda a história da cidade na ponta da língua, ir ao mercado central comprar artesanato e curtir as festas de São João. Fui uma noite para Caruaru e amei. É trio forrozeiro para todo lado, muita comida típica e animação.


                                        Vista de Olinda

A minha viagem de férias estava apenas começando e eu não sabia. Porque a melhor parte foi fazer o roteiro de cidades até os Lençóis Maranhenses. Foi uma espécie de Caminho para Santiago porque fazer toda a jornada foi tão incrível quanto chegar lá!

                   Viagem de jardineira para Jericocoara, Ceará

Acompanhe os posts, minhas impressões e fotos dessa viagem inesquecível, e deixe seus comentários!


domingo, 13 de junho de 2010

O que a gente precisa pra ser feliz?


Eu preciso de paz, de harmonia interior, de estar bem comigo mesma pra deixar a vida fluir. A felicidade começa com essa paz de espírito, é assim para todo mundo. Sem paz, a vida fica complicada. E o entusiasmo morre cedo. Fica faltando alguma coisa para temperar. O mau humor toma conta. Ficamos frágeis, suscetíveis ao estresse e à tristeza. É possível controlar sentimentos e emoções? Eu aprendi que não. Primeiro, é preciso perceber quem somos, saber de nós mesmos e sacar nossos segredos. A gente se esconde atrás de uma máscara. E ficamos por aí, parados, na esperança de que ninguém nos perturbe.

Eu estou tentando ser eu mesma, parar de fingir que sou normal. Pois, nessa vida, ninguém pode ser muito certinho senão fica doido. Antes, eu só queria ficar na minha, sem discutir o que havia de errado, ou melhor, na sombra. Eu não sabia de quase nada sobre mim. Mas fui descobrindo aos poucos os vários sabores da vida: amor, desamor, calor, choro, pesar, medo, frio, alegria e esperança. Um turbilhão de coisas foram acontecendo e comecei a aprender. 

Comecei a ver o que não via, minhas vistas desembaçaram. Fiquei mais contente e feliz, o choro foi parando aos poucos e alegria começou a surgir, em meio aos soluços repetidos. Pensei: estou respirando bem de novo! O ar está fluindo ...

O grande tempero da vida é assumir nossa natureza contraditória, perdoar nossos delitos e os dos outros também. É seguir adiante dando passagem para quem vem. É trocar idéias e compartilhar experiências. Quando a gente faz as coisas com uma vontade genuína e sem medo, tudo acontece. Há uma magia que ninguém explica e tudo dá certo. Mas é preciso acreditar e confiar em você e na vida.

A felicidade começa com uma atitude de paz interior, de parar de brigar consigo mesmo e se aceitar com todos aqueles defeitos e qualidades. Nada mais difícil, a gente complica a simplicidade. Somos humanos.

Porém, temos uma vida inteira para fazer valer nossa passagem aqui na Terra. Para tentar ser verdadeiro, para ser amigo e companheiro, para ser gentil e generoso conosco e com o mundo. A vida é para ser vivida, com toda sua intensidade. E para isso, nada melhor do que começar buscando a paz!



IVE - Esperança para o mundo

O Projeto Imagens e Vozes de Esperança (IVE) inspira profissionais da Comunicação e das Artes a construirem uma mídia mais apreciativa e positiva. O IVE é um projeto internacional que atua em vários países e representa um olhar de esperança para o mundo. Assista ao vídeo que apresenta o projeto.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Dia dos Namorados com beleza e harmonia

O Spa Aviv está promovendo um dia especial para os namorados que buscam bem estar, beleza e harmonia. Banhos de ofurô, massagens relaxantes e terapêuticas, spa dos pés e das mãos e limpeza de pele fazem parte dos pacotes especiais, criados exclusivamente para presentear o namorado ou namorada ou para serem desfrutados juntos pelo casal em clima de romantismo e paixão.

A proposta é oferecer ao namorado ou ao casal um dia para relaxar e ousar sair da rotina com criatividade. O pacote pode ser realizado no Dia dos Namorados (12/06) ou em outro dia da semana escolhido pelo casal. Quem comprar um dos pacotes especiais do Aviv, no período de 07 a 12 de junho, vai concorrer a uma jóia da Helena Jóias e a um vale compras na Nonsanta - www.nonsanta.com.br. O sorteio será dia 14 de junho, segunda-feira.

O Spa Aviv foi fundado em 2008 e trabalha corpo e mente de forma integral, com profissionais especializados em terapias orientais, medicina indiana e chinesa, tratamentos de beleza, reeducação alimentar e redução de medidas. Além disso, oferece pacotes especiais para noivos e noivas e planos corporativos. O Spa fica localizado no Bairro de Lourdes, próximo a Praça Marília de Dirceu, e proporciona momentos de cuidado, combinados à elegância, tranqüilidade e charme do local.

Pacotes Especiais Aviv para o Dia dos Namorados

Day Spa carinho
Banho de ofurô aromático e massagem relaxante – R$ 158,00 (individual)

Day Spa Paixão
Banho de ofurô com vinho, massagem relaxante para ela e massagem Abhyanga com Shiroabhyanga para ele. Espumante com fondue de chocolate. R$ 420,00 ou 2 de R$ 210,00.

Ritual Nupcial Javanês
Esfoliação com especiarias, banho de ofurô com mel.
R$ 189,00 (individual)

Ritual Hindu
Banho de ofurô para revitalizar e hidratar a pele com rosa e iogurte. R$ 158,00 (individual)

Day Spa Amor
Banho de ofurô com água de rosas e massagem relaxante para o casal. R$ 315,00 ou 2 de R$ 158,00.

Day Spa Alegria
Banho de ofurô revitalizante com ervas, massagem relaxante para o casal, limpeza de pele para ele e Spa dos pés e das mãos para ela. Espumante com morangos.
R$ 510,00 ou 3 de R$ 170,00.

Abbhyanga e Shyroabyanga
Massagem criada para induzir a um extremo relaxamento, melhorar a circulação e o sistema imunológico. Utiliza óleo aquecido, eliminando toxinas e reduzindo o estresse.
Relaxante
Massagem que combina movimentos suaves e profundos e proporciona um efeito anti-stress e relaxante por todo o corpo.

Agende seu horário:
(31) 2551-7705
e-mail: contato@avivspa.com.br site : http://www.avivspa.com.br/
Endereço: Rua Curitiba, 2220 - Bairro Lourdes - Belo Horizonte / MG
Funcionamento: 2° a 6º de 07h às 22h
Sábado de 08h às 20h

terça-feira, 8 de junho de 2010

Documentário " O mundo é a nossa casa"

Entrada Franca
8 de junho - terça-feira - 19h
Home – O mundo é a nossa casa
Direção:Yann A. Bertrand - Documentário -120min -França - 2009

O Cineclube Joaquim Pedro de Andrade vai exibir nesta terça-feira (08/06), a partir das 19 horas, “O mundo é a nossa casa”, do diretor Yann Arthus-Bertrand. O documentário é uma viagem aérea de uma hora e meia por vários ecossistemas do mundo, para mostrar suas belezas e também como a ação do homem está afetando todos esses ambientes e a maneira como todos eles estão interconectados.

Cineclube Joaquim Pedro de Andrade
Rua Tupinambás, 179 - 14 andar
Centro - Belo horizonte - MG
Tel: 3115-3000

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Música é alegria!


De 28 de maio a 6 de junho - Belo Horizonte
Música de qualidade e de grátis nas Praças da cidade. Shows imperdíveis!
Confira a programação da Festa da Mùsica !
http://www.festadamusica.art.br/

Mudando de direção



O que faz a gente se empolgar com a vida? Às vezes falta motivos para sorrir à toa. Muita gente reclama do estresse diário e da falta de tempo. É, nas últimas décadas, foram muitas as mudanças por que passamos: computadores, sistemas de informação e internet. A vida ficou muito mais acelerada e complexa! E nós somos, muitas vezes, escravos dela.


Hoje em dia, mesmo vivendo em um mundo super informatizado, temos muito mais obrigações do que momentos de lazer. E tudo isso é porque o mercado exige. O mercado quer. O mercado manda. Ficamos sem saída? Talvez não. Trabalhar menos e se divertir mais continuam na pauta do dia, ou melhor, virou meta para todo mundo. Relaxar, descansar a mente, se preocupar menos e dar valor ao que se deve é uma boa receita. O ocidente está mais oriental. Que bom!

Pois é. Minha maior demanda é descobrir... ou redescobrir a beleza da vida. Porque a cada dia constato que o mais importante nesta ciranda é não se perder de si mesmo. É relembrar que satisfazer o básico é o fundamental. Não dá pra correr atrás daquilo que está na última moda, nas vitrines mais concorridas ou no livro das 100 coisas mais importantes pra você fazer antes de morrer!

E, para viver de forma plena, o que falta para todo mundo é um pouco mais de simplicidade, de coragem e de ousadia para resgatar princípios, valores e nossas mais saudáveis utopias. Vamos nos lembrar de que o trabalho é apenas uma parte da vida... E que o prazer da existência é mais do que necessário!

Vamos nos relembrar do amor dos nossos pais, dos nossos primeiros amigos, do nosso primeiro namorado, dos nossos tesouros pessoais guardados naquela caixinha. Sentimentos são ferramentas maravilhosas que nos fazem agir ou reagir!

Nossas ações podem parecer pequenas no dia a dia, mas se cada um se inspirar aqui e lá, as vozes de uma nova consciência vão surgir. O mundo está cheio de bons exemplos para serem mostrados. Coisas boas e simples para se fazer não faltam: acreditar, sorrir e plantar uma nova ideia.

O tempo flui e também ajuda. Tanto as pequenas como as grandes mudanças são processadas em milésimos de segundos assim como o bater das asas de uma borboleta. Tudo pode acontecer. Vamos realizar nossos sonhos. Vale a pena ser leal consigo mesmo!

Nossa casa, nossa mãe, o planeta Terra!


Sustentabilidade - você sabe o que isso significa? O prefixo vem de sustentar: conservar, manter, alimentar fisíca ou moralmente, de conseguir dar sustento a alguma coisa ou alguém. É o que parece para a maioria das pessoas. Mas, na verdade, essa palavrinha tão em moda, que vive na boca de empresários, políticos e ativistas ambientais, ainda carece de mais explicação. 

A sustentabilidade do planeta Terra. Pronto, já entendeu? Não! Então, vamos começar do início. A sociedade mundial, homens e mulheres, sempre exploraram a Terra, retirando matérias primas da natureza para criar produtos materiais. Tudo isso era, a princípio, para resolver nossos problemas de sobrevivência: ter comida, utensílios, a nossa casa, transporte para locomoção e etc. Com o tempo, o homem começou a retirar cada vez mais para si e para vender aos outros. Assim, foram-se embora grandes florestas, toneladas de minérios de ferro, a água ficou poluida e escassa e milhares de espécies animais e vegetais estão em extinção. 

Ninguém se preocupou em repor aquilo que foi retirado da Terra. E, hoje, nem mesmo com os sinais de que a Terra está esgotando seus recursos naturais para o nosso sustento, o homem não quer reduzir a produção e a venda dos seus produtos. Ele quer lucrar cada vez mais, ficou louco!

A nossa casa principal é o planeta Terra, sem ele deixamos de existir. O nosso planeta precisa de equilíbrio ambiental para viver em harmonia e gerar alimento para os seres vivos que nele habitam. Ele também precisa de sustento e de paz para continuar produzindo e gerando árvores, minérios e vida. Todo tipo de vida: vida humana, animal e vegetal. 

Nós fazemos parte do elo do planeta Terra. Não somos os criadores ou donos de tudo. Estamos aqui de passagem, somos grão de areia na praia. Não podemos querer controlar e dominar a natureza somente a nosso favor. Precisamos olhar para a Terra, para as necessidades da Terra, da nossa mãe que nos criou. Somos filhos ingratos quando não percebemos o amor que ela nos dedica e nos oferece sem cobrar nada.

Está na hora de o homem parar de correr para um só lado. Está passando da hora de revermos nossos conceitos. O mundo evoluiu muito e o homem também, mas precisamos e sempre vamos precisar de amor e de sustento. Está na hora de olhar e ver o outro lado: a criação, a produção e a reprodução da vida.

Quando a gente entende que sustentabilidade é cumprir o ciclo da vida, as coisas ficam mais claras. As pessoas percebem o seu papel, sua participação importante e definitiva na comunidade do planeta Terra. Temos que sustentar a vida que nos criou para que ela continue nos sustentando, continue sendo forte e ativa, nos dando água, comida, grandes belezas naturais e alegria de viver. 

É preciso, para isso, amar o planeta Terra de forma incondicional. Amar os homens, os animais e todo nosso ecossistema. Amar a fauna, a flora, cada ser vivo. E dar valor à vida como nunca antes se deu. O nosso dever, nesse momento histórico de luta pela preservação ambiental, é cuidar da Terra, é plantar e cultivar a terra, é dar carinho e sustento para a Terra.

Só assim seremos capazes de perceber a grandeza do universo e olhar para nós mesmos com mais humildade, com menos ganância e soberba.  Precisamos saber amar a mãe a Terra e seus filhos para jamais faltar sustento para todos.


terça-feira, 1 de junho de 2010

Somos parte de algo maior


"A Terra não pertence ao homem; o homem é que a ela pertence.
Disto nós sabemos. Todas as coisas estão interligadas, como os
laços que unem uma família. O que acontecer com a Terra
acontecerá conosco. O homem não teceu a teia da vida
cósmica, ele é um fio da mesma. O que ele fizer para a
Terra estará fazendo a si próprio".


Sorte de Hoje - Seja Amor!!!


O que vem primeiro: amor, lei ou disciplina?

"O objetivo não é se tornar lícito, obediente e depois amoroso, não. Com amor podemos nos tornar legitímos e disciplinados muito mais facilmente. Qual é a primeira coisa que uma mãe dá ao filho? Amor ou um livro de regras? Amor ou palavras severas? Precisamos colocar amor nas nossas vidas se queremos nos mover num caminho construtivo. Torne-se número um no amor e você poderá se tornar número um em tudo".