Translate

domingo, 23 de maio de 2010

Sarará Crioulo!























Olhos Coloridos - Sandra de Sá – Um sambalanço de atitude! Na minha pré-adolescência eu ainda não tinha consciência de raça. Não sabia se eu era negra, mulata, sarará ou morena. Culpa da nossa herança cultural escravagista. Ninguém quer ser inferior, humilhado e condenado à senzala. Mas se as pessoas não sabem quem são ficam aprisionadas para sempre. Acho incrível a frase de Paulo Lins, autor do livro Cidade de Deus :“Uma pessoa que não sabe a sua história não está vivendo, não consegue ter consciência da sua raça, fica sem referências”.

O dia 13 de maio é o dia da Abolição da Escravatura e da transformação dos quilombos em favelas. O que fica de lição para gente? Um dia de luta, de comemoração, de superação e de entendimento. Sim, um dia pra gente tentar entender a nossa história. Um dia para comemorar a liberdade, ainda que sem estrutura. Para continuar lutando contra o preconceito. Um dia para se reafirmar orgulhoso da sua raça. Negro tem força, tem talento, tem arte, tem beleza e poder sim!

O que me faz ser mais forte e mais feliz hoje é saber minha história. Pois eu trago no meu bolso a intenção de mudar, de realizar, de transformar a vida de hoje para melhor. Tenho um passado. Um tempo aqui e um outro preliminiar que foi construído pelos meus avós, bisavós e etc. Pessoas que lutaram pela sua identidade, pelo direito de serem iguais e diferentes.

É engraçado, mas as pessoas sempre me perguntam se eu sou japonesa, às vezes coreana, chinesa, mexicana, venezuelana ou outro povo de olhos puxadinhos por aí. E eu digo: eu sou brasileira e com muito orgulho! Meus ancestrais devem ter sido os índios Askaninka ou os Maxacalis, é por isso. Tenho uma cara que é só minha, miscigenada, uma pouco india, um pouco branca e muito negra! E eu adoro isso!

Olhos Coloridos - Sandra de Sá





Nenhum comentário: